Aprenda tudo sobre o processo de castração

Essa cirurgia é realizada geralmente aos 6 meses de vida, podendo ser feita antes conforme avaliação médica.
Esse tipo de intervenção cirúrgica ajuda a restringir a reprodução indesejada e gera um comportamento mais adequado a vida doméstica (ou seja, dentro de casa).
Além disso, mesmo para os gatos com acesso à rua ou a qualquer ambiente externo, a expectativa de vida aumenta bastante com a castração, por diminuir as brigas e as doenças transmitidas entre os gatos.
Consulte o veterinário em busca de mais informações.

O que acontece após a castração

A expectativa de vida dos gatos castrados pode dobrar! É preciso manter o peso ideal de seu gato e, apesar de dobrar (em média) a expectativa de vida, a castração também triplica ou quadruplica o risco de o animal ficar acima do peso ideal. De fato, embora as necessidades energéticas do gato diminuam em até 30%, seu apetite aumenta em 20%, podendo ser muito difícil saciar alguns gatos. Para evitar o ganho de peso excessivo, existem 4 prioridades:

• Mudar a dieta para uma solução nutricional adaptada às suas novas necessidades;
• Fornecer a quantidade certa, seguindo a tabela recomendada na embalagem da ração;
• Exercitar seu gato;
• Pesar seu gato regularmente.
• Você sabia? Em apenas 48 horas após a castração, o apetite de seu gato aumenta significativamente.

Hormônios após o nascimento: 

O crescimento depende da síntese eficiente de certos hormônios. Lembre-se que a castração precoce não afeta o crescimento do filhote nem seu tamanho na idade adulta.

Vantagens da castração

• Para as fêmeas, a castração elimina os cios, as ninhadas indesejáveis e as doenças do sistema reprodutor.
• Para os machos, a castração torna os gatos menos agressivos, poupando-os de brigas, diminuindo as marcações territoriais (com urina e arranhões) e reduzindo a tendência à fuga.
• Em geral, o gato castrado será mais amistoso com seres humanos e menos agressivo com seus companheiros felinos.